domingo, 26 de julho de 2009

Mar e montanha na terra da lasanha

Riomaggiore, a primeira das Cinque Terre ao sul da Liguria, na Itália, vista a partir da Via dell'Amore, passarela pregada nos penhascos
Se o seu negócio é praia, esqueça. Aliás, fique no Brasil mesmo, onde estão as melhores do mundo. Agora, se sua intenção e encontrar aquelas entre as paisagens mais encantadores da Europa, diferente da agitação das metrópoles, vai precisar conhecer a Riviera Italiana, a terra onde a montanha encontra o mar. O ponto alto da visita são as Cinque Terre (Monterosso, Corniglia, Manarola, Riomaggiore e Vernazza), vilarejos pregados nas rochas verticais que mergulham para profundezas abissais na província da Liguria, na costa ocidental da Itália.
A paisagem é de filme, romance, ideal para aquela viagem a dois. E também para quem gosta de caminhadas. As cinco cidadezinhas ficam na área do Parco Nazionale Maritimo, que a partir de abril abre seus sentieri (trilhas) para os aficcionados do trekking. Há percursos com todos os graus de dificuldade, com até cinco horas de subidas e descidas, ligando uma vila à outra. Tá com preguiça? Faça a bucólica, bela e romântica caminhada pela Via dell’Amore, entre Riomaggiore e Manarola. Não mais de meia hora com grau de dificuldade 1.
As Cinque Terre posseum ligação rodoviária, mas é preciso sangue frio para dirigir nas estreitas rodovias que serperteiam entre penhascos, além de ser um problema estacionar nos vilarejos. A melhor opção mesmo é ir de trem (um belo passeio, aliás), a partir de Gênova ou de La Spezia, duas cidades nos estremos norte e sul da Ligúria.
Estação ferroviária de Manarola. Toda a linha férrea entre as Cinque Terre corre entre túneis, escavados na rocha maciça
Mas a Riviera Italiana guarda outras maravilhas além das Cinque.
Partindo do lado genovês, comece por Portofino, belíssima cidadezinha e marina com suas imponentes mansões e seus atracadouros particulares. Visite os aconchegantes cafés e as pecaminosas sorveterias. Caminhe por cinco quilômetros apreciando vistas espetaculares na costa até a cidade de Santa Marguerita, onde há excelentes opções gastronômicas.Veja, na cidade logo à frente, o mar dos dois lados no calçadão recém-inaugurado de Setri Levante. Caminhe pela longa praia de seixos em Deiva Marina, Bonassola e Levanto.


"Casinha" no sentiero (caminho) entre as cidades de Santa Marguerita e Portofino, ao norte, já quase chegando em Gênova. Dizem que Berlusconi tem uma casa nessa região para estressantes reuniões de trabalho com jovens militantes do Il Popolo della Libertà... Abaixo, mais ao sul, pôr-do-sol em Sestri Levante
Depois das Cinque Terre, já em La Spezia, pegue o ônibus ou dirija num carro alugado até Portovenere, com sua nova marina de onde saem passeios de barco muito agradáveis pelas Cinque. Aprecie a vista espetacular do golfo de La Spezia emoldurados pelos picos nevados dos Alpi Apuane ao fundo; veja a Isola Palmaria à direita e as montanhas de pedras avermelhas à esquerda, de cima da medieval Igreja de San Pietro (onde ainda são oficiados serviços), sobrevivente entre as ruínas do Castelo de San Pietro.

Io, emoldurado pela baia de Portovenere - última cidade da Liguria ao sul - com os Alpi Apuane toscanos e seus cumes nevados ao fundo

2 comentários:

Felipe Iran disse...

Caro Amigo:
Inicialmente um parabéns pelo seu site.
Por outra, viajo para Savona (It) em abril de 2010 e penso conhecer às Cinque Terre. Lendo em seu site algumas informações vi que vc propõe ir de trem a partir de Gênova ou de La S/pezia. Daí porque lhe pergunto: É possível ir de trem Savona até Sestri Levante? Se possível, como fazer? É possível comprar os passes de trem (passagens) na própria estação. Vc conhece as estações de trem? Vc me sugere algum site especial sobre estes roteiros?
Felipe
secretaria.acat@yahoo.com.br

Realle Palazzo Martini disse...

Caro Felipe.
Fico feliz que tenha gostado do Blog.
Seguinte: morei na Itália por seis meses e fiz lá alguns passeios.
Cinque Terre esteve entre os melhores.
Em relação à sua pergunta, sim, é possível ir de Savona a Setri Levante direto, sem conexão. Há trens partindo praticamente toda hora. Os horários podem ser verificados no site www.trenitalia.it. À esquerda há um quadro. Basta preencher os campos "Da dove vuoi partire" (de onde quer partir) e "Dove vuoi arrivare" (onde quer chegar), data e horário. O site lhe dará uma lista de opções. O importante é vc verificar a categoria do trem, que deve ser "R", regionale, que é o pinga-pinga, e certamente vai parar em todas as estações no caminho entre Savona e La Spezia, passando por Genova e pelas Cinque Terre.
Sobre como comprar os bilhetes, faça-o diretamente nas estações, pois pela internet nem sempre estão disponíveis, e na data que vc pretende ir, abril, não há superlotação e não precisa reserva nos regionali. Nas grandes estações há terminais de autoatendimento em português e vc pode comprar para qualquer roteiro em toda a Itália. Em algumas pequenas estações (como nas Cinque), esses terminais restringem a linguagem ao italiano, inglês e francês. Mas dá para se virar numa boa (detalhe: tenha dinheiro trocado, moedas, pois alguns trechos entre as Cinque custam menos de três euros e o troco vem em forma de bônus).
Não encontrei nenhum site que pudesse oferecer roteiros razoáveis. O lance então é navegar na net e ir cruzando as informações.
Espero poder ter esclarecido algumas de suas dúvidas.
Bom passeio e disponha sempre.
Realle.